O Teatro Rivoli, no Porto, celebra, este fim de semana, 88 anos e a festa vai prolongar-se durante três dias: quinta-feira, sábado e domingo. O programa deste ano toca áreas que vão da literatura à dança, do teatro à música e da performance ao circo contemporâneo. A entrada é gratuita para todos os eventos, exceto para o de quinta-feira (16).

É com uma sessão especial das Quintas de Leitura que iniciam as celebrações do 88º aniversário do Rivoli, pelas 22h00 de quinta-feira. A sessão traduz-se num evento solidário, com o custo de cinco euros. A receita de bilheteira reverte a favor de duas instituições de solidariedade social (Associação Portuguesa de Esclerose Lateral Amiotrófica – APELA, e o Centro Social e Paroquial do Amial). Durante a noite solidária vão subir ao palco nomes como Valter Hugo Mãe, Carolina Vasconcelos, Pedro Lamares, Samuel Úria, entre outros.

Tendo em conta a boa adesão por parte do público aos eventos de aniversário dos últimos anos, o Rivoli optou por celebrar, este ano, com três dias de festa, apontou o diretor artístico, Tiago Guedes, durante uma visita de imprensa ao Rivoli. A sessão decorreu no subpalco daquele espaço, na manhã desta quarta-feira, e contou com a presença do autarca Rui Moreira.

Rui Moreira, autarca do Porto, marcou presença na apresentação da programação do TMP entre março e julho.

Para sábado e domingo estão reservados espetáculos de entrada gratuita. “O programa de domingo é uma réplica de grande parte do programa de sábado, porque o público se queixava da brevidade [das celebrações de aniversário]”, explicou o diretor artístico do Teatro Municipal do Porto (TMP).

Segundo Tiago Guedes, entre os destaques está um espetáculo “para toda a família”, “Laika”, que decorre às 14h30 e 16h30 de sábado e às 11h30 de domingo.

Pelas 16h00 de sábado e de domingo, haverá tempo para quatro espetáculos de duração curta, um deles de circo contemporâneo, de Daniel Seabra, “Crisálida”. Ambos os dias vão contar com duas réplicas do espetáculo “Little B”, do grupo Visões Úteis, inspirado na biografia profissional de Mário Moutinho, ator, produtor e programador português natural do Porto.

Os bilhetes gratuitos para sábado e domingo podem ser levantados na bilheteira do Teatro Rivoli a partir das 11h00 de sábado (18), num máximo de dois bilhetes por pessoa e por espetáculo (sujeito à lotação das salas).

645 mil euros de investimento

Na mesma visita de imprensa, foi apresentada a programação da segunda parte da temporada 2019/ 2020 (março a junho deste ano) do Teatro Municipal do Porto (Rivoli + Campo Alegre).

Segundo Rui Moreira, o investimento na programação, de março a julho, é de 645 mil euros. Dela faz parte uma das apostas da direção artística, a renovada parceria DDD – FITEI (Festival Dias da Dança / Festival Internacional de Teatro de Expressão Ibérica), dois festivais que vão decorrer entre 18 de abril e 10 de maio.

Tiago Guedes e Gonçalo Amorim, diretor do FITEI destacaram a renovada parceria DDD - FITEI.

Já o diretor artístico destacou a promoção, pelo Teatro Municipal do Porto, da dança, apontando, como exemplos, os espetáculos “Onironauta”, da coreógrafa Tânia Carvalho, a 6 e 7 de março; e “Achterland”, de Anne Teresa de Keersmaeker e bailarinos da companhia Rosas, marcado para 25 e 26 de março.

Ainda durante o mês de março, nos dias 20 e 21, vai ser possível assistir a “Estro / Watts Poesia da idade do Rock”, um projeto do Teatro Experimental do Porto (TEP), sob direção de Gonçalo Amorim e Paulo Furtado (The Legendary Tigerman).

Três grupos de teatro amador foram convidados a apresentar, em contexto informal, um excerto de uma peça do seu reportório que se relacione com a música. O espetáculo propõe-se a explorar a dualidade da palavra rock e da prática poética.

'Estro/ Watts Poesia da Idade do Rock' é o título do espetáculo de Gonçalo Amorim e Paulo Furtado, em parceria com o Teatro Experimental do Porto (TEP).

A temporada encerra em julho com a apresentação, na Praça D. João I, de uma maquete gigante, feita em cartão, que vai replicar um “ícone da cidade” – Tiago Guedes não revelou qual. A construção vai ser feita por 240 pessoas, ao longo de uma semana. O workshop é aberto à participação de todos. Os interessados podem inscrever-se através do email [email protected]